Site Overlay

Bradesco e Rede D’Or caem após balanços; Gerdau fica estável

Em mais um dia de repercussão dos balanços financeiros, Bradesco e Rede D’Or registram queda, enquanto Gerdau tem leve avanço. A quarta-feira (4) também começa com o Ibovespa, principal indicador da bolsa brasileira, a B3, com desvalorização.

Por volta das 10h50, o banco Bradesco (BBDC4) caia 2,37%, negociado a R$ 23,95. A institituição financeira reportou lucro líquido recorrente de R$ 6,3 bilhões no segundo trimestre de 2021, um avanço de 63,3% em relação aos R$ 3,87 bilhões reportados em igual período do ano passado. Já em comparação ao trimestre anterior houve uma queda de 3%.

Gerdau (GGBR3), por sua vez, registrava leve avanço de 0,48%, negociada a R$ 31,74, após contabilizar lucro líquido de R$ 3,9 bilhões no segundo trimestre, um salto frente ao resultado positivo de R$ 315 milhões de um ano antes, beneficiada pelo desempenho da construção civil nos mercados norte-americano e brasileiro, além de preços elevados de aço.

Fora do Ibovespa, a Rede D´Or (RDOR3) caia 1,23%, cotada a R$ 70,80. A companhia reverteu o prejuízo líquido de R$ 306,6 milhões registrados no segundo trimestre do ano passado e registrou lucro líquido de R$ 477,7 milhões entre abril e junho deste ano.

Veja também

  • Conheça cinco regras para obter sucesso ao investir em ações
  • Commodities (e uma intrusa) lideram altas do Ibovespa em julho
  • Copom deve elevar Selic em 1 ponto percentual pela primeira vez desde 2003
  • Itaú tem lucro 55% maior, mas ação não subiu tanto; por quê?