Site Overlay

Em estreia, CBA avança 10% na B3; Magalu sobe 6% após nova oferta de ações

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), do Grupo Votorantim, estreou na B3 com forte avanço. Por volta das 10h23 desta quinta-feira (15), os papéis eram negociados a R$ 12,40 – a máxima do dia – o que representa alta de 10,71% em relação ao preço de R$ 11,20 definido para a estreia.

A oferta inicial de ações (IPO, pela sigla em inglês) da compahia movimentou R$ 1,61 bilhão.

Varejistas

A manhã também foi movimentada com anúncios feitos pelas varejistas Magazine Luiza (MGLU3) e Lojas Renner (LREN3).

Por volta das 10h10, as ações da Magazine Luiza chegaram a subir 6,89%, cotadas a R$ 24,51 – a máxima do dia – em meio ao anúncio de uma oferta subsequente de ações (follow-on). Com a emissão de 150 milhões de ações, a varejista poderá levantar R$ 3,44 bilhões ou até R$ 4,6 bilhões, se levado em conta a emissão de papéis adicionais.

A Magazine Luiza também anunciou a compra do e-commerce de tecnologia e games KaBuM! por R$ 1 bilhão à vista, além do pagamento de 75 milhões de ações.

A companhia lidera as altas do Ibovespa. Por volta das 10h56, o índice avançava 0,07%, aos 128.502,65 pontos. Veja a cotação do Ibovespa hoje.

Lojas Renner (LREN3) também comunicou que celebrou contrato para aquisição da Repassa, plataforma online de revenda de roupas, calçados e acessórios que atua em todo o território nacional. O valor da operação não foi informado. Por volta das 11,20, os papéis seguiam estáveis na B3, com leve queda de 0,35%, cotados a R$ 45,08.

Depois da estreia

As ações da Smart Fit (SMFT3), que encerraram o pregão da véspera em alta de 34,78%, chegaram a registrar uma queda na abertura do mercado, mas, por volta das 11h30 subiam 2,74%, negociadas a R$ 31,85.  

Leia também