Site Overlay

Lojas Americanas dispara mais de 14% após possível fusão; EZtec cai 5%

As ações da Lojas Americanas lideram as altas do Ibovespa nesta segunda-feira (18), após a companhia anunciar que avalia fundir suas operações com a Americanas.

Em dia de poucas altas do indicador, por volta das 11h10 a PetroRio (PRIO3) também tinha valorização de 1,51%.

Os papéis da construtora EZEtec estavam entre as principais baixas na esteira da divulgação de prévia operacional, acompanhados das siderúrgicas. As ações da Getnet, que estrearam nesta segunda na B3, saltavam forte.

Veja os destaques registrados por volta das 11h10:

Lojas Americanas

Lojas Americanas (LAME4) disparava 17,33%, negociada a R$ 6,23, enquanto os papéis de Americanas (AMER3) subiam 1,52, para R$ 38,03. As empresas anunciaram nesta segunda-feira que avaliam fundir suas operações antes de uma planejada listagem do grupo na Nasdaq.

Em comunicado, as empresas afirmaram que “identificaram uma oportunidade de reorganização societária anterior à listagem Internacional, combinando no Brasil as respectivas bases acionárias das companhias no Novo Mercado”.

Siderúrgicas

As siderúrgicas iniciaram a semana em queda. CSN (CSNA3) caía 4,20% para R$ 26,43, Usiminas (USIM5) tinha baixa de 3,98%, para R$ R$ 15,93, e Gerdau (GGBR4) desvalorizava 2,02%, para R$ 27,61. A mineradora Vale (VALE3) também caía 2,02%, para R$ 79,03, em dia negativo para as empresas de commodities.

EZtec

A construtora Eztec (EZTC3) caía 5,27%, negociada a R$ 23, liderando as baixas do pregão. A queda ocorre após a companhia anunciar na sexta-feira R$ 255 milhões em vendas no terceiro trimestre, uma queda de 10,8% ante o segundo trimestre e recuo de 23,6% na comparação anual.

Getnet

As ações da Getnet sobem forte em dia de estreia na B3, com os tickers GETT3 , GETT4 e GETT11. Os papéis preferenciais (GETT4) avançavam mais de 190%, negociados a R$ 7,41, enquanto as units (GET11) tinham alta de 75,86%, para R$ 8,30.

A inclusão da credenciadora no mercado financeiro ocorre após a decisão de separação das ações da Getnet detidas pelo Santander. A operação foi aprovada em março em assembleias gerais de acionistas. A unit do Santander Brasil (SANB11) caíam 2,29%, para R$ 36,69.

Veja também