Site Overlay

Reforma tributária vai cortar alíquota de IRPJ de 15% para 2,5%, diz relator

O parecer da proposta de reforma do Imposto de Renda vai reduzir a alíquota base de Imposto de Renda para Pessoa Jurídica (IRPJ) de 15% para 2,5%, disse o relator do projeto, deputado Celso Sabino (PSDB-PA), no Twitter nesta terça-feira (13) antes de apresentar publicamente a íntegra do seu texto.

“Nosso substitutivo prevê a redução da alíquota base do IRPJ de 15% para 2,5% Beneficiando diretamente 1,1 milhões de empresas ativas optantes pelo lucro real, lucro presumido e arbitrado”, escreveu.

Em contrapartida, Sabino afirmou que pretende cortar benefícios fiscais pra alguns setores, o que afetaria cerca de 20 mil empresas no Brasil. “Vamos tirar benefícios de poucas empresas pra beneficiar linearmente a todas, inclusive as que perderão benéficos”, escreveu.

Fundos imobiliários

O relator também afirmou nesta terça que o parecer da proposta de reforma tributária vai manter desoneração dos fundos imobiliários. “Nosso substitutivo vai manter os FIIS desonerados“, disse. “Além disso, vamos permitir a compensação em operações com ações de diferentes modalidades, por até 3 meses (prejuízos compensando lucros)”, acrescentou.

Veja também

  • Juros nos EUA: 4 passos para proteger seus investimentos
  • Hypera chega a subir mais de 3% após compra de marcas da Sanofi por US$ 190,3 mi
  • Mercurius Crypto lança fundo de criptomoedas com estratégia de value investing
  • Serviços crescem pelo 2º mês e ficam acima do nível pré-pandemia
  • Enjoei sobe mais de 3% na B3, após vendas avançarem 82% no 2º trimestre
  • Smartfit confirma preço de R$ 23 por ação em IPO, movimentando R$ 2,3 bilhões
  • Bolsonaro sanciona lei para a privatização da Eletrobras com vetos